POLÍCIA CIVIL PRENDE ESTELIONATÁRIO QUE FINGIA SER ADVOGADO

GOVERNADOR VALADARES – A Polícia Civil de Governador Valadares cumpriu um mandado de busca e apreensão nesta terça-feira (21), na casa de um homem, de 30 anos, acusado de vários crime de estelionato na região. Na residência do suspeito os policiais apreenderam armas e munições.

Segundo a delegada que acompanha o caso em Governador Valadares, Juliana Fiúza, o suspeito fingia ser advogado e também dizia ser representante de uma empresa de armas; além disso, ele afirmava que trabalhava decrescendo juros de financiamento de veículos, com isso, ficava com o veículo das vítimas com a intenção de pagar as prestações, mas não quitava as dívidas. De acordo com a delegada, até este momento das investigações, o prejuízo chega a R$ 200 mil.

“Com o desenrolar da investigação, várias vítimas vieram até a delegacia para denunciar. Ele falava com as vítimas que fazia intermediações de decrescer os juros dos veículos que as vítimas compravam, com essas afirmativas, ele ficava com o veículo na intenção de pagar as prestações mas nunca pagava. Nós conseguimos recuperar um veículo de uma vítima hoje.”

As investigações começaram há um ano. O suspeito foi preso há quinze dias em Teófilo Otoni, onde tinha um escritório de advocacia. Ele também é acusado de cometer crimes na cidade, com mesma maneira de agir. O homem permanece preso em Teófilo Otoni. De acordo com a delegada, as investigações continuam.

Informações: G1 Vales de Minas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui